sábado, 9 de julho de 2011

UM TERÇO DAS BATERIAS AUTOMOTIVAS VAI PARA O LIXO SEM NECESSIDADE

Carga de longa duração, que leva 6 horas, pode resolver problema de peça, sem necessidade de troca.
Mais de 35% das baterias produzidas no Brasil são trocadas desnecessariamente e acabam indo para o lixo antes do fim da vida útil.

Este dado está num levantamento feito pela rede de serviços automotivos DPaschoal, e serve de base para o lançamento de um serviço gratuito de consultoria para os donos de carros.
"Assim que o motorista chega numa das lojas para trocar a bateria, é realizado um teste que aponta o tempo de vida útil do produto que ainda resta", afirmou o gerente trainee Júlio César dos Santos. "A troca só é feita quando é realmente necessária", disse.
"Muitas vezes, uma simples carga de longa duração já resolveria o problema da bateria, o que poderia garantir economia para o consumidor e preservação ao meio ambiente.", afirmou Eliel Bartels, supervisor de engenharia da rede de autosserviços.

Inimigos da bateria

O fim precoce de uma bateria ou a redução da sua carga pode acontecer por vários motivos.

Além dos mais conhecidos, como a oxidação dos polos, fixação incorreta, fim da vida útil dos fios e cabos, há outros itens a que o motorista deve estar atento para que não fique a pé.

Por exemplo, ouvir música por muito tempo, deixar os faróis ou luzes internas, tudo isso com o motor desligado, o que pode acabar com o fôlego da bateria.

A instalação de acessórios, como DVDs, travas elétricas, alarme, entre outros, também podem reduzir a vida útil do equipamento.

O alternador do veículo foi projetado para o consumo exclusivo dos acessórios originais. Por isso, qualquer adição de um novo componente "força" a bateria.

Perigo ambiental

Por ano, o Brasil descarta entre 12 e 14 milhões de baterias automotivas.
Embora mais de 90% sejam recicladas, o principal problema com as baterias é a presença de chumbo.
O seu descarte na natureza provoca desastres ambientais e provoca doenças ao ser humano. Ingerido através da água ou alimentos, o metal gera problemas ao sistema nervoso, enfraquece os ossos e causa anemia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário