sábado, 29 de maio de 2010

ASSINADO CONVÊNIO PARA ASFALTO DO ACESSO A SANTO AMARO DO SUL

o convênio firmado entre o Estado e o município de General Câmara prevê o asfaltamento do trecho municipal que liga a vila histórica de Santo Amaro do Sul à rodovia ERS_244, numa extensão de 4217 metros. O valor total investido será de R$3.063.229,71, sendo R$612.655,80 de contrapartida do município.

O prefeito de General Câmara, Darci Garcia de Freitas, entende que esta é uma das maiores conquistas para o seu município, tendo em vista que é uma reinvidicação muito antiga e o seu atendimento proporcionará o desenvolvimento do seu potencial turístico e cultural.

Fonte:Jornal Portal de Notícias Nº293 de 28/05/2010

segunda-feira, 17 de maio de 2010

CLUBE 9 DE MARÇO - 1º EVENTO

Imagens do galeto realizado dia 16/05/2010







Fonte:http://www.orkut.com.br/Main#Album?uid=18061506045804135220&aid=1274077819

sexta-feira, 14 de maio de 2010

VICE-CÔNSUL PORTUGUÊS VISITA SANTO AMARO DO SUL


O vice-cônsul português, Adelino de Assunção Nobre Vera-Cruz Pinto, realiza visitas aos municípios gaúchos, especialmente os de colonização portuguesa. Há dois meses ele assumiu o consulado português no Brasil. No dia 11 de maio, o cônsul esteve na cidade de General Câmara e depois seguiu com o prefeito Darci Garcia de Freitas para o distrito turístico de Santo Amaro do Sul (foto), que no dia 1º de maio comemorou 258 anos de povoamento açoriano no Rio Grande do Sul. O encontro também teve a participação do vice-prefeito Paulo Mateus Silveira e da coordenadora de Turismo, Maria Orotildes Pereira. O representante de Portugal conheceu o conjunto de prédios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como a Igreja Matriz e a Casa de Cultura.
Fonte:Jornal Gazeta do Sul

quarta-feira, 12 de maio de 2010

LANÇAMENTO LIVRO+CDROM+DVD SANTO AMARO DO SUL

As escolas e a população da vila histórica de Santo Amaro do Sul, no município de General Câmara, vão ganhar novas ferramentas de fácil acesso para conhecer melhor a importância da região no cenário da evolução do Brasil. Os trabalhos desenvolvidos desde 2006 na área, pelas equipes do Centro de Ensino e Pesquisas Arqueológicas (Cepa) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e pelo Núcleo de Estudos de Patrimônio e Memória (NEP) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), agora vão ajudar no aprendizado dos alunos e da comunidade.
As duas instituições de ensino superior lançam neste domingo,(02/05/2010) durante a 1ª Feira do Livro de Santo Amaro, um CD-Rom paradidático, dois DVDs e o livro Santo Amaro: Arqueologia e educação patrimonial, organizado pelos professores Sérgio Klamt (Unisc) e André Soares (UFSM), editado pela Edunisc. O lançamento integra as atividades em comemoração dos 258 anos de povoação de Santo Amaro do Sul. A programação começa às 9 horas com missa na Igreja Matriz e depois segue com a solenidade de abertura no salão paroquial.
As produções são resultado das pesquisas desenvolvidas na vila, inicialmente com os trabalhos arqueológicos durante o restauro da Igreja Matriz, o terceiro templo mais antigo do Rio Grande do Sul, inaugurado em 1787. Os estudos também envolveram a área onde antigamente se localizava o Fortim e/ou Armazém de Víveres e Material Bélico, construído em 1752. O coordenador do Cepa, Sérgio Klamt, afirma que o material é uma forma de dar o retorno à comunidade sobre as informações obtidas na atividade de pesquisa, de forma simples e com fácil acesso. A Unisc colocará no museu de Santo Amaro um computador onde a população poderá acessar o CD-Rom Santo Amaro: um enfoque arqueológico.

DIDÁTICO

O CD-Rom apresenta vídeos explicativos sobre o resgate histórico, da igreja e sobre a origem de Santo Amaro, mapas com a localização da vila, o histórico preparado para ser impresso, explicações sobre a arqueologia e jogos pedagógicos como quebra-cabeças, caça-palavras e perguntas e respostas. “O CD foi elaborado pensando na comunidade escolar. Ele é didático e qualquer um pode manusear”, explica Klamt. O objetivo é mostrar a importância histórica de Santo Amaro em nível nacional, ligada ao contexto de formação de fronteiras entre Portugal e Espanha no Sul do Brasil.

O livro apresenta dados mais técnicos, com o resultado das escavações, análise da Igreja Matriz, estudos sobre o Fortim e outras atividades desenvolvidas no local, com um encarte colorido com imagens. O trabalho conta com o financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O coordenador do Cepa afirma que a Unisc e a UFSM estão há quatro anos em Santo Amaro, desenvolvendo atividades com algum segmento da comunidade e o processo deverá se desenvolver ainda por vários anos. “Esse é o verdadeiro sentido da educação patrimonial”, afirma.

O material será distribuído nas escolas de General Câmara e de Vale Verde – município que se emancipou de General Câmara – e para as principais bibliotecas da região Carbonífera. Tanto o CD-Rom como o livro tiveram a produção de 500 exemplares.

Variabilidade de materiais

As pesquisas na vila tiveram como objetivo subsidiar as obras de restauro da Igreja e identificar possíveis ruínas de um antigo Fortim e/ou Armazém de Víveres e Material Bélico. Durante o trabalho houve o resgate de uma variabilidade de materiais de diferentes épocas, representados por fragmentos de louça, vidro, metais e ossos. Estes simbolizam diferentes períodos de ocupação de Santo Amaro e hábitos de consumo de seus habitantes.

A vila nas margens do Rio Jacuí, junto à Barragem de Amarópolis, possui 14 prédios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e mantém antigas festas típicas. A criação da vila ocorreu em 1752 e a transferência da sede da cidade aconteceu em 1939, com a instalação do Arsenal de Guerra em General Câmara, dando início à estagnação de Santo Amaro.


Fonte:Jornal Gazeta do Sul edição de01 e 02/05/2010

terça-feira, 11 de maio de 2010

FATDUO NO GDAG




Festa organizada por OVER SOUND lotou o salão do GDAG no dia 07/05/2010.
Fonte: Site PAUHLADAS http://www.pauhladas.com.br/

ROTARY PRESENTE NA SEMANA DO MUNICÍPIO

Durante a semana de aniversário de 129 anos de General Câmara, aconteceram diversas atividades, muitas delas com a participação do Rotary Club da cidade. No dia 30 de abril, no trevo de acesso a cidade, aconteceu a inauguração do marco rotário, em solenidade que contou com a presença do governador do Distrito 4680 do Rotary Internacional,Carlos Roberto Borges, de autoridades locais e representantes do Rotary deTriunfo e São Jerônimo.

Corrida das Celebridades

Já no dia 1º aconteceu a 1ª Corrida das Celebridades, realizada no Centro de Eventos Gilberto Amaro Pires Pereira (Calçadão/Largo da Rodoviária), e que mobilizou a comunidade camarense. Foram convidadas 60 pessoas da comunidade, que foram divididas em 20 trios, que disputaram uma corrida de 50 metros. A comunidade pode apostar nos trios e quem acertasse mais, levava o prêmio. Foram efetuadas mais de 800 apostas, sendo vencedor da "loteria" Darci Lopes, que apostou uma única cartela, fez 15 acertos e ganhou sozinho o prêmio de R$ 486,00.

Fonte:Jornal Portal de Notícias Nº287 07/05/2010

domingo, 9 de maio de 2010

O ENCANTADOR DE BÚFALOS


Pecuarista usa o som do violino para atrair búfalos no Vale do Rio Pardo
Apaixonado por instrumentos musicais e pelos animais que cria, Trierweiler descobriu uma curiosa forma de unir as duas paixões.
Quando o delicado arco encontra as cordas do violino e faz emergir as primeiras notas, ao longe o
rebanho ergue a cabeça, fareja o som e começa a deixar o pasto de lado. No Sítio dos Búfalos, como em uma marcha ensaiada, um a um e enfileirados, os animais buscam o som da melodia e se aproximam do músico.

É em General Câmara, no Vale do Rio Pardo, que vive um homem capaz de encantar com acordes

delicados esses animais de aparência feroz. Façanha intrigante que garantiu ao pecuarista Antônio Carlos Trierweiler, 47 anos, a alcunha de encantador de búfalos.
Quando as primeiras notas alcançam o rebanho, Trierweiler une duas paixões: os búfalos e a música.
Assim como fazem atualmente os seus animais, Trierweiler seguiu o som das melodias por toda sua vida. Ao contrário dos búfalos, que só se inspiram com a canção Amazing Grace, famosa na voz de Elvis Presley, o veterinário, também formado em Direito, aventurou-se em diversos estilos e instrumentos musicais.

A mãe adorava música clássica e, quando adolescente, aos 14 anos, o pecuarista teve aulas de violão clássico e piano. Um acidente com uma porta de vidro, sofrido dois anos antes, castigou os tendões da mão direita. Quando começou a evoluir nas partituras, o piano se tornou um sofrimento.
–Toda vez que tentava tocar sentia muita dor. Sem ter como evoluir no piano, desisti – relembra Trierweiler.
As aulas de violão resistiram por mais tempo, mas ele precisou escolher entre a música e a
universidade. Para tocar o instrumento, era preciso deixar as unhas da mão direita compridas.Luxo que o jovem estudante de veterinária não poderia se dar. Pela dor e pela faculdade, deixou a arte de lado.

O reencontro com a música

Assim como a música, a curiosidade pelos búfalos surgiu na adolescência. Morador de Porto Alegre, ele via os animais quando visitava a fazenda do avô, em General Câmara, onde um vizinho estava entre os grandes criadores da raça na região. Com o curso de veterinária, o interesse pelos búfalos aumentou, e a música era um dom apagado. Já formado, mudou-se para a fazenda e iniciou seu rebanho, no início dos anos 1980. Se dedicou tanto que atualmente é um especialista e faz palestras sobre os animais. Foi apenas duas décadas depois, em 2000, que o reencontro com os instrumentos musicais aconteceu.
Aos 37 anos, o criador descobriu que podia conduzir o arco com a mão direita, sem desconforto, e
começou a tocar violino. Dedicado, logo entrou para a Orquestra de Concertos de Lajeado a Orquestra Jovem Unisc, em Santa Cruz do Sul. Durante um ensaio, na varanda de casa, viu os animais reagirem à música pela primeira vez:
– Quando toquei Amazing Grace os animais pararam de pastar e começaram a me seguir.

Um animal especial

Intrigado, o músico começou a fazer testes em horários e locais diferentes. Não importava o momento, os animais sempre deixavam o pasto e começavam a segui-lo. Desde então, todas as vezes em que quer mostrá-los para alguém só é necessário tocar a música e os grandalhões de pelagem negra surgem em passos lentos. A façanha dispensou o uso de cavalos no trabalho. Para trocá-los de potreiro, basta assumir o papel de músico que o rebanho o segue.

Um dos animais, de tão manso que se tornou, ganhou regalias do dono. Os búfalos criados na fazenda – cem cabeças atualmente – são vendidos para o abate. O de número 16 foi poupado. O coração falou mais alto:

– Me apeguei a ele, preferi deixá-lo no campo, como touro.

Fonte:Jornal Zero Hora Nº16.319 09/05/2010
-Letícia Mendes leticia.mendes@zerohora.com.br

quarta-feira, 5 de maio de 2010

ALUNOS DO I.E.E.VASCONCELOS JARDIM VISITAM SANTO AMARO

Os alunos da 8ª série do I.E.E.Vasconcelos Jardim, fizeram um passeio turístico e histórico à vila de Santo Amaro do Sul, acompanhados dos professores Andréia Pacheco e Denílson Flores, das disciplinas de Filosofia e História, respectivamente, para realizar pesquisas sobre a região alusiva as comemorações dos 129 anos do municipio. Os alunos visitaram as casas tombadas pelo IPHAN, foram à igreja Matriz, à Casa de Cultura e a eclusa de Amarópolis. Retrataram a história sob o olhar da juventude camarense atual, relacionando com o período de início das construções na região com a chegada dos primeiros casais açorianos ao Estado, a partir de 1752.

Fonte:Jornal Portal de Notícias Nº286 4/05/2010