segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

BALNEÁRIO DE SANTO AMARO DO SUL

Para fugir das altas temperaturas deste verão, muitas pessoas têm recorrido a refúgios nas margens dos rios. O roteiro de balneários na região é vasto e representa uma alternativa para quem não pode ou não quer viajar até o Litoral. Em Santo Amaro do Sul, distrito de General Câmara, veranistas de todo o Estado procuram as águas do Rio Jacuí para se refrescar. O lugar é rodeado por uma natureza exuberante e ainda proporciona uma viagem ao passado em um cantinho gaúcho colonizado por imigrantes açorianos.

O Balneário do Coqueiro fica em um recanto do rio, nas águas da Barragem de Amarópolis. Em 200 metros de praia, as pessoas encontram espaço para o lazer e para fortalecer laços de amizade. É o caso de Rosvita Müller e da amiga Vânia Schwingel, que há mais de 20 anos frequentam o local com suas famílias. Durante a temporada, a prainha é o destino preferido para acampar nos finais de semana. “Viemos nas sextas-feiras e só retornamos para casa nos domingos”, conta Rosvita.

Moradoras do município de Venâncio Aires, as amigas destacam que ficam ainda mais próximas durante o verão. Além disso, a cada ano elas têm a oportunidade de conhecer novas pessoas de diversos municípios da região. “Este lugar é o paraíso”, resume Vânia. Para os próximos anos, contam que a intenção é continuar frequentando o balneário. “Aqui está cada vez melhor.”

Vizinhos de acampamento das venâncio-airenses, Elton e Maristela Heemann, de Santa Cruz do Sul, não abrem mão de colocar o trailer na estrada para estar em Santo Amaro. Essa rotina de verão eles mantêm há duas décadas, desde o tempo em que as acomodações ainda eram barracas. “É nosso lugar predileto”, comenta o comerciante. Para o casal, não há preço que pague o privilégio de estar em uma boa sombra, de frente para o Jacuí e rodeado de conhecidos. “Aqui sempre foi um lugar muito tranquilo, ideal para estar com a família”, revela Maristela. Segundo recomendam, o balneário é uma ótima opção de passeio. “Quem vier, não vai se arrepender”, ressalta Heemann.

INFRAESTRUTURA

Segundo o ecônomo do Balneário Coqueiro, Mário Augusto dos Reis Costa, a praia atrai gente de toda a região e também de outras partes do Rio Grande do Sul. “O pessoal da Região Metropolitana vem muito para cá”, explica. No ano passado, por causa da enchente, a temporada foi prejudicada. No entanto, o verão 2010/2011 tem se mostrado ideal para os turistas. “O movimento está ótimo.”

Para quem deseja ir até o local, a promessa é de infraestrutura adequada. Quem quer acampar tem à disposição água, luz, banheiros e churrasqueira ao valor de R$ 3,00 a diária por pessoa. Na área de banho, a guarita de salva-vidas garante a segurança de todos. Além disso, uma corda com boias demonstra o perímetro seguro para quem deseja entrar na água.

Um comentário:

  1. O que não é citado é que há esgoto que desemboca nas águas da praia! Argh!

    ResponderExcluir